Universidade Tecnológica Federal do Paraná, 5 a 8 de novembro de 2007

Textos das comunicações


Ordem Temática

Mostrar ResumosEsconder Resumos

Estudos teóricos em Ciência, Tecnologia e Sociedade

Aplicando técnicas de hipermídia adaptativa em jornais online, Sergio Monat

Texto em PDF Arquivo em PDF

Resumo: Esta pesquisa consiste em uma metodologia para organizar a página principal de um site com conteúdo
jornalístico e adaptá-lo de acordo com os principais interesses do usuário.

Mais especificamente, estamos interessados em selecionar as matérias que serão incluídas na página principal e como distribuí-las. Para isto nós criamos alguns modelos de layout para a página principal. Estes modelos de layout possuem slots (espaços) onde as notícias são inseridas. Estes slots estão distribuídos hierarquicamente de tal forma que os considerados mais importantes são aqueles com fotos e localizados nas melhores posições da pagina.

A metodologia aqui descrita tem sido aplicada na página principal do portal “www.globo.com” de conteúdo predominantemente noticioso e pertencente a um dos principais grupos de empresas de comunicação do Brasil. Este artigo descreve esta aplicação.

Por um modelo preliminar de análise gráfica em jogos digitais na web, Eliana V.V. Melo, Carla G. Spinillo

Texto em PDF Arquivo em PDF

Resumo: Este texto tem por objetivo descrever a trajetória do desenvolvimento de fontes tipográficas inspiradas em ferros-de-marcar-boi do sertão do Nordeste do Brasil na história recente. O artigo começa com a descrição e um breve histórico dos ferros-de-marcar, seguidos de comentários a respeito do caráter heráldico desta manifestação cultural. Logo após, descreve-se o desenvolvimento de um primeiro alfabeto inspirado nos ferros idealizado por Ariano Suassuna na década de 70, o Alfabeto Sertanejo, elemento visual tido por este autor como de grande importância para sua Arte Armorial. Passando pela história do desenvolvimento da fonte tipografia Armorial, transposição do ‘Alfabeto Sertanejo’ de Suassuna para o meio digital, são analisadas também outras propostas de design de fontes tipográficas inspiradas em ferros-de-marcar, com características projetuais distintas. O artigo é finalizado com algumas considerações críticas a respeito dos distintos alfabetos criados.

História da Ciência e da Tecnologia

Aplicando técnicas de hipermídia adaptativa em jornais online, Sergio Monat

Texto em PDF Arquivo em PDF

Resumo: Esta pesquisa consiste em uma metodologia para organizar a página principal de um site com conteúdo
jornalístico e adaptá-lo de acordo com os principais interesses do usuário.

Mais especificamente, estamos interessados em selecionar as matérias que serão incluídas na página principal e como distribuí-las. Para isto nós criamos alguns modelos de layout para a página principal. Estes modelos de layout possuem slots (espaços) onde as notícias são inseridas. Estes slots estão distribuídos hierarquicamente de tal forma que os considerados mais importantes são aqueles com fotos e localizados nas melhores posições da pagina.

A metodologia aqui descrita tem sido aplicada na página principal do portal “www.globo.com” de conteúdo predominantemente noticioso e pertencente a um dos principais grupos de empresas de comunicação do Brasil. Este artigo descreve esta aplicação.

Por um modelo preliminar de análise gráfica em jogos digitais na web, Eliana V.V. Melo, Carla G. Spinillo

Texto em PDF Arquivo em PDF

Resumo: Este texto tem por objetivo descrever a trajetória do desenvolvimento de fontes tipográficas inspiradas em ferros-de-marcar-boi do sertão do Nordeste do Brasil na história recente. O artigo começa com a descrição e um breve histórico dos ferros-de-marcar, seguidos de comentários a respeito do caráter heráldico desta manifestação cultural. Logo após, descreve-se o desenvolvimento de um primeiro alfabeto inspirado nos ferros idealizado por Ariano Suassuna na década de 70, o Alfabeto Sertanejo, elemento visual tido por este autor como de grande importância para sua Arte Armorial. Passando pela história do desenvolvimento da fonte tipografia Armorial, transposição do ‘Alfabeto Sertanejo’ de Suassuna para o meio digital, são analisadas também outras propostas de design de fontes tipográficas inspiradas em ferros-de-marcar, com características projetuais distintas. O artigo é finalizado com algumas considerações críticas a respeito dos distintos alfabetos criados.

Ciência, Tecnologia, Educação e Trabalho

Aplicando técnicas de hipermídia adaptativa em jornais online, Sergio Monat

Texto em PDF Arquivo em PDF

Resumo: Esta pesquisa consiste em uma metodologia para organizar a página principal de um site com conteúdo
jornalístico e adaptá-lo de acordo com os principais interesses do usuário.

Mais especificamente, estamos interessados em selecionar as matérias que serão incluídas na página principal e como distribuí-las. Para isto nós criamos alguns modelos de layout para a página principal. Estes modelos de layout possuem slots (espaços) onde as notícias são inseridas. Estes slots estão distribuídos hierarquicamente de tal forma que os considerados mais importantes são aqueles com fotos e localizados nas melhores posições da pagina.

A metodologia aqui descrita tem sido aplicada na página principal do portal “www.globo.com” de conteúdo predominantemente noticioso e pertencente a um dos principais grupos de empresas de comunicação do Brasil. Este artigo descreve esta aplicação.

Por um modelo preliminar de análise gráfica em jogos digitais na web, Eliana V.V. Melo, Carla G. Spinillo

Texto em PDF Arquivo em PDF

Resumo: Este texto tem por objetivo descrever a trajetória do desenvolvimento de fontes tipográficas inspiradas em ferros-de-marcar-boi do sertão do Nordeste do Brasil na história recente. O artigo começa com a descrição e um breve histórico dos ferros-de-marcar, seguidos de comentários a respeito do caráter heráldico desta manifestação cultural. Logo após, descreve-se o desenvolvimento de um primeiro alfabeto inspirado nos ferros idealizado por Ariano Suassuna na década de 70, o Alfabeto Sertanejo, elemento visual tido por este autor como de grande importância para sua Arte Armorial. Passando pela história do desenvolvimento da fonte tipografia Armorial, transposição do ‘Alfabeto Sertanejo’ de Suassuna para o meio digital, são analisadas também outras propostas de design de fontes tipográficas inspiradas em ferros-de-marcar, com características projetuais distintas. O artigo é finalizado com algumas considerações críticas a respeito dos distintos alfabetos criados.

Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Sustentável

Aplicando técnicas de hipermídia adaptativa em jornais online, Sergio Monat

Texto em PDF Arquivo em PDF

Resumo: Esta pesquisa consiste em uma metodologia para organizar a página principal de um site com conteúdo
jornalístico e adaptá-lo de acordo com os principais interesses do usuário.

Mais especificamente, estamos interessados em selecionar as matérias que serão incluídas na página principal e como distribuí-las. Para isto nós criamos alguns modelos de layout para a página principal. Estes modelos de layout possuem slots (espaços) onde as notícias são inseridas. Estes slots estão distribuídos hierarquicamente de tal forma que os considerados mais importantes são aqueles com fotos e localizados nas melhores posições da pagina.

A metodologia aqui descrita tem sido aplicada na página principal do portal “www.globo.com” de conteúdo predominantemente noticioso e pertencente a um dos principais grupos de empresas de comunicação do Brasil. Este artigo descreve esta aplicação.

Por um modelo preliminar de análise gráfica em jogos digitais na web, Eliana V.V. Melo, Carla G. Spinillo

Texto em PDF Arquivo em PDF

Resumo: Este texto tem por objetivo descrever a trajetória do desenvolvimento de fontes tipográficas inspiradas em ferros-de-marcar-boi do sertão do Nordeste do Brasil na história recente. O artigo começa com a descrição e um breve histórico dos ferros-de-marcar, seguidos de comentários a respeito do caráter heráldico desta manifestação cultural. Logo após, descreve-se o desenvolvimento de um primeiro alfabeto inspirado nos ferros idealizado por Ariano Suassuna na década de 70, o Alfabeto Sertanejo, elemento visual tido por este autor como de grande importância para sua Arte Armorial. Passando pela história do desenvolvimento da fonte tipografia Armorial, transposição do ‘Alfabeto Sertanejo’ de Suassuna para o meio digital, são analisadas também outras propostas de design de fontes tipográficas inspiradas em ferros-de-marcar, com características projetuais distintas. O artigo é finalizado com algumas considerações críticas a respeito dos distintos alfabetos criados.

Gestão da Tecnologia e Inovação

Arte, Mídia e Tecnologia

Tecnologia na aprendizagem humana

Design e Cultura

Ciência, Tecnologia e Relações de Gênero

Software Livre e Design de Interação


Sobre o Simpósio